quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Corrida do Tejo 2014 - 14 Setembro 2014

Mais um ano, mais uma Corrida do Tejo.

A Corrida do Tejo é para mim como um marco no caminho ou o badalar do relógio. Marca o passar do tempo e o meu "aniversário" da corrida. Foi a minha 6ª participação.

Antes de tudo, o seu a seu dono. O ano passado critiquei, de forma acutilante, a questão do transporte (o facto de ter de se pagar o bilhete na CP mas principalmente por não terem avisado atempadamente). Este ano, e provando que com um pouco de imaginação tudo se consegue, regressou o transporte gratuito na CP. Ainda fui um pouco desconfiado para a estação mas não havia motivo para ralação. Dois voluntários faziam o papel de fiscais e garantiam que nenhum corredor pirata desfalcava a CP.
Equipa "Só mais um Blog de Corrida" fora os baldas...
Voltei a convocar o grupinho do costume embora desta vez tenha havido uma ou outra balda mas não estamos cá para apontar dedos. Desta vez chegámos mais em cima da hora e após um ou dois dedos de conversa e a selfie do costume lá me despedi e fui procurar a entrada para o bloco dos sub45.

Ultimamente tenho andado numa fase Charlie Brown. Quero muito correr uma maratona, mas o universo conspira para não me deixar fazer treinos longos (tradução, tenho preguiça para me levantar cedo para ir correr 3h). Tenho muita esperança em fazer sub40 aos 10km mas não consigo treinar séries (tradução, séries doi muito e custa sair da cama para ir sofrer). E foi deste modo que me apresentei no bloco dos sub45 determinado a qualificar-me para o sub40.
Selfie da praxe e a prova de como estava quase em cima da partida...
No início a confusão dos costume. Mesmo estando a escassos metros da partida tive de ultrapassar um mar de gente, a maioria com ritmos que nem sub60 deviam conseguir mas enfim, não vou continuar a bater no ceguinho. Todos os anos é assim, todos os anos há "vips" e "fura blocos". A corrida ainda nem tinha começado e já estava a uns 100m da bandeira dos sub40.

Comecei logo a abrir e com o coração na boca fiz os 2 primeiros km abaixo do 4'/km. Mas então chega a subida do Alto da Boa viagem e é necessário um esforço imenso para manter a média abaixo do objectivo. Consigo manter essa média e os mesmos 100m da bandeira até ao 6km. Sempre no red line e com o relógio sempre a apitar, a subida de Paço de Arcos termina com o meu sonho. E entre fazer mais que 40' ou acabar estendido no alcatrão da Marginal optei por reduzir o ritmo.
No momento em que a Lucy me tirou a bola quando eu ia chutar...
Os 4km seguintes são feitos em gestão de esforço. Como habitualmente nestas provas evitei os abastecimentos e acabei por pagar a factura do calor. Como é que numa semana de tempestades e com previsão de chuviscos acabamos por ter uma manhã quente e húmida!

Passo a piadinha da organização ao colocar um pórtico gigante a anunciar que 9km já estavam aos 8,5km mas já não existia energia para sprintar e o relógio teimava a não baixar das 198 bpm. Sou "empurrado" para a meta pela minha claque pessoal e passo-a quase a cair para o lado com 41'48''. Algo longe do objectivo mas não deixa de ser um novo record no percurso. 
A passagem da meta sem pompa e a medir bem os passos para não me estatelar no alcatrão.
Meio zombie arrasto-me até ao relvado e ali tombo. Nunca tinha terminado uma prova assim. Com uma média de 188bpm e 38' na zona 5 (maximal) foi efectivamente sempre no red line. Nem consegui ir ver a chegada do restante pessoal.
A equipa agora já sem sono e mais quentinha. Duarte, eu não disse que era sempre a descer? :p
Ao fim de 20' lá me consegui levantar e estava pronto para "outra", desde que a "outra" não envolvesse correr e incluísse 4000 calorias. Como habitualmente foi uma manhã muito divertida num percurso que é claramente a "minha" prova. Até para o ano "Tejo"!
Com os meus tesouros: "Até para o ano Tejo!"

6 comentários:

  1. So dr ler até eu tive o coração na boca ... Bolas... E se estava abafado esse dia... Foi uma prova marcada pelo bafo e pela humidade.... Mas tu voaste homem!!! ��

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Marta, voei mas foi baixinho... ;)
      Bjnhs.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Obrigado Sérgio. Só hoje é que descobri que também já tens um blog! Vou colocar na lista.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Mas um canhão pequenino... Faltava companhia...
      Boas corridas nórdicas.
      Abraço.

      Eliminar